Estado dialoga com a sociedade sobre a APA Marinha no Litoral Sul

CPRH

Estado dialoga com a sociedade sobre a APA Marinha no Litoral Sul

Processo de criação da APA Recifes Serrambi envolve debates com segmentos diversos e tem prazo dilatado. Nova reunião será nesta quinta (4), às 16h, na vila de Serrambi

Pesquisadores, pescadores, gestores, membros de entidades da sociedade civil, veranistas e demais interessados em participar do processo de criação da primeira Unidade de Conservação (UC) exclusivamente marinha do Estado - a APA Recifes Serrambi - ganham mais tempo para debater e apresentar suas contribuições. O prazo para o envio das sugestões, que iria até abril, foi estendido até 21 de maio e as reuniões com os diversos segmentos continuam sendo realizadas. A proposta é uma elaboração conjunta da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) e da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas).

Um grupo de trabalho (GT) com servidores das duas instituições vem promovendo o diálogo com as comunidades, academia, poder público e outros segmentos da sociedade, para contribuírem com sugestões e críticas construtivas. Já foram realizadas doze reuniões envolvendo diversos atores sociais, como pesquisadores, colônias de pescadores, empreendedores locais, veranistas e ONGs atuantes no entorno imediato da área da UC proposta. A próxima reunião será nesta quinta (4), a partir das 16h, no restaurante do Silva, na vila de Serrambi, distrito de Ipojuca, Litoral Sul do Estado.

Ainda no processo de criação da APA ­- cuja proposta brevemente será submetida ao Conselho Estadual de Meio Ambiente (Consema) - serão realizadas, este mês, uma Oficina Participativa e uma Consulta Pública. A oficina, que antecede a consulta, será no próximo dia 19, das 8h30 às 16h, na sede do CEPENE, em Tamandaré.

O Resumo Executivo e o Mapa da Área da APA Marinha estão disponíveis nos sites da CPRH (www.cprh.pe.gov.br) e da Semas (www.semas.pe.gov.br). Além de participar das reuniões, os interessados podem enviar suas críticas, sugestões e complementações de informações pelo e-mail aparecifes.serrambi@semas.pe.gov.br.

PROTEÇÃO - A APA Marinha Recifes Serrambi terá como principal foco promover a proteção da biodiversidade e o ordenamento para o uso sustentável da área, incluindo a pesca artesanal e o lazer, tão conhecidos no litoral pernambucano. Os secretários de Meio Ambiente dos quatro municípios envolvidos (Ipojuca, Sirinhaém, Rio Formoso e Tamandaré), além de representantes da Superintendência do Patrimônio da União (SPU), também participam do processo de criação da UC, envolvendo as instâncias federal, estadual e municipais.

Para a gestora ambiental Maíra Braga, da CPRH, a UC Marinha é importante porque a área compreende rica biodiversidade, com ocorrência de espécies ameaçadas de extinção, como o mero, o cavalo-marinho e o peixe-boi, que utilizam a área como espaço de vida e de circulação. "Como é uma área de veraneio e também de pesca artesanal, é necessário conciliar e harmonizar os usos para evitar a degradação e garantir a sobrevivência das espécies, ao mesmo tempo em que seja assegurado o direito dos diversos usuários da praia e do mar, desde que estes usos sejam feitos em bases sustentáveis", explicou.

Foto: Arquivo CPRH


Fonte:

http://www.cprh.pe.gov.br/home/42858;56506;10;3341;17752.asp

Divulgado por SMSPE Soluções em Sustentabilidade