Fórum promove integração na pauta ambiental

Em Campinas, presidente do Ibama defende ampliação do diálogo entre governo federal, estados, municípios e sociedade.

Fórum promove integração na pauta ambiental

Abertura do evento: participação

Em Campinas, presidente do Ibama defende ampliação do diálogo entre governo federal, estados, municípios e sociedade. 


PAULENIR CONSTÂNCIO

Enviado especial a Campinas (SP)

Como representante do ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, a presidente do Ibama, Suely Araújo, abriu nesta segunda-feira (10/07) o Fórum Brasil de Gestão Ambiental, em Campinas (SP). No evento, mais de 3 mil participantes debaterão os rumos das políticas ambientais do país. O encontro ocorrerá até a próxima quarta-feira (12/07) e contará com a participação de secretários de meio ambiente municipais e estaduais e representantes do setor privado e de organizações não governamentais. 


A presidente do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) ressaltou a importância do Fórum para ampliar o diálogo entre governo e sociedade civil. Com esse objetivo, o MMA, o Ibama, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e o Serviço Florestal Brasil (SFB) mantêm, no evento, um espaço para atender e prestar informações a gestores municipais e estaduais. 

Suely reforçou, também, a necessidade de implantação do Sistema Nacional do Meio Ambiente (Sisnama). A instância foi criada por lei para reunir municípios, estados, governo federal e sociedade civil em torno da elaboração e implementação das políticas ambientais para o país. “Precisamos da participação de todos. O Ministério e suas vinculadas são apenas partes desse processo, que é de toda a sociedade”, destacou Suely. 

O secretário de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Edson Duarte, enfatizou a reestruturação da pasta para atuar no combate ao desmatamento. Segundo ele, é necessária a união de todas as forças para assegurar o cumprimento das metas do Acordo de Paris sobre mudança do clima e dos demais compromissos internacionais assumidos pelo Brasil. “O diálogo entre todos os setores é fundamental”, disse.

SEM RETROCESSO

Os participantes da abertura do Fórum Brasil de Gestão Ambiental destacaram ações para a defesa da legislação ambiental. O presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu, explicou que os órgãos ambientais na esfera federal estão atentos para as tentativas de mudanças na legislação. “Nenhum retrocesso será admitido”, frisou. 

Já o presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados, Nilto Tatto, reforçou o empenho do governo federal para garantir a conservação. Segundo ele, o ministro Sarney Filho tem atuado na defesa da legislação para que não haja retrocessos.

Responsável pela realização do fórum, a Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente (Anamma) também reforçou a necessidade de fortalecimento do Sisnama. O presidente da Anamma, Rogério Menezes, destacou que a ampla participação no Fórum demonstra que a questão ambiental está acima das crises e depende da sociedade.

Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA): (61) 2028-1227

Fonte: http://www.mma.gov.br/index.php/comunicacao/agencia-informma?view=blog&id=2437